Espécies > Preguiças > Preguiça de três dedos: Bradypus tridactylus

Preguiça de três dedos: Bradypus tridactylus

Preguiça do norte (Bradypus tridactylus)

Ordem: Pilosa Família: Bradypodidae Nome científico: Bradypus tridactylus

Nomes populares:

- Inglês: pale-throated three-toed sloth, pale-throated sloth

- Espanhol: perezoso de tres dedos

- Português: preguiça de três dedos, preguiça de bentinho, preguiça do norte, ai

Distribuição: A preguiça do norte está restrita ao escudo das Guianas, ocorrendo a norte do rio Amazonas, no Brasil, Guiana, Suriname e Guiana Francesa, até ao centro- oeste da Venezuela. Esta espécie co-ocorre (é simpátrica) com a preguiça de garganta marrom B. variegatus na região próxima à margem norte do rio Amazonas (Moraes-Barros et al, 2010).

Hábitat: A preguiça do norte ocorre nas florestas úmidas, desde as terras baixas até aos tepuis (Chiarello & Moraes-Barros, 2014).

Biologia e ecologia: Apesar da vasta área de distribuição, a biologia e a ecologia da preguiça do norte são pouco estudadas. Os indivíduos desta espécie estão ativos tanto durante o dia como à noite. As densidades populacionais variam de 0,09 a 2,21 inds/ha (revisto por Chiarello, 2008). A preguiça do norte tem somente um filhote por gestação, que nasce com cerca de 160 a 290 g e 14 a 18 cm de comprimento. Os adultos atingem cerca de 60 cm de tamanho. A independência juvenil ocorre por volta dos 5 meses e a maturidade sexual por volta dos 3 anos (copilado por Lara-Ruiz & Chiarello, 2005). A preguiça do norte é muito semelhante à preguiça de garganta marrom, exceto, de um modo geral, pela ausência de pelo negro em volta dos olhos e presença de pelo amarelo no rosto e garganta. Na região de simpatria junto ao rio Amazonas, a distinção entre as duas é difícil. Tal como na preguiça de garganta marrom, a preguiça do norte apresenta dimorfismo sexual: os machos apresentam uma mancha negra, amarela e/ou laranja nas costas, denominada de espéculo. Todo o resto do corpo é de tonalidade acinzentada (revisto por Hayssen, 2009).

Dieta: A preguiça de três dedos consome preferencialmente folhas, mas também pode alimentar-se de flores e frutos (revisto por Chiarello, 2008).

Ameaças: Esta espécie tem poucos estudos quanto às principais ameaças. A caça e o desmatamento têm sido os perigos reportados (Chiarello & Moraes-Barros, 2014).

Status de conservação: Apesar de pouquíssimo estudada, a preguiça do norte é considerada como LC (Pouco preocupante) pela IUCN, devido à sua vasta área de distribuição e ocorrência em várias áreas protegidas (Chiarello & Moraes-Barros, 2014).

Curiosidade: As preguiças emitem uma espécie de assobio demorado, principalmente quando se sentem em perigo. Por esse motivo são denominadas por ai-ai em Tupi e aó-aó em Guarani (mais informações em Gilmore et al., 2008).



MEIOS DE CONTATO

Quer falar com a gente?

Entre em contato para
dúvidas, sugestões, comentários.

Telefone:

(086) 3323-8163

Email:

contato@tamandua.org

Desenvolvido por: Emprimeiro Informática. Todos os direitos resenvados