Espécies > Tatu > Tatu rabo mole pequeno: Cabassous chacoensis

 Tatu rabo mole pequeno: Cabassous chacoensis

Tatu-de-rabo-mole (Cabassous chacoensis Wetzel, 1980)

Ordem: Cingulata Família: Dasypodidae Nome científico: Cabassous chacoensis

Nomes populares:

- Inglês: Chacoan Naked-tailed Armadillo

- Espanhol: Cabasú Chaqueño, Cabasú Chico

- Português: tatu-de-rabo-mole-pequeno

Distribuição:Sua distribuição original abrange o oeste do Paraguai (Gran Chaco), centro-norte da Argentina, sudeste da Bolívia e áreas adjacentes do Brasil, no oeste de Mato Grosso do Sul. Porém, não há mais registros da espécie na Bolívia.

Hábitat: É endêmico de chacos-secos, matas de espinho e ervas mistas, locais onde constrói suas galerias. Não é encontrado em áreas agrícolas.

Biologia e ecologia: Raramente são avistados por possuir hábito fossorial e provavelmente noturno, sendo uma espécie em grande parte subterrânea. Não há informações sobre a história de vida e características da biologia da espécie.

Dieta: Alimenta-se principalmente de formigas e cupins.

Ameaças: As principais ameaças são a degradação do habitat, a caça e a predação por cães domésticos.

Status de conservação: Não consta no Livro vermelho da fauna ameaçada de extinção. Conforme a Lista Vermelha da IUCN (2010), a espécie está classificada na categoria “Quase ameaçada”.

Curiosidade: Os machos desta espécie produzem um grunhido quando são segurados, ao contrário das fêmeas que permanecem silenciosas. É uma das espécies menos estudadas do Brasil (Reis et al, 2010).



MEIOS DE CONTATO

Quer falar com a gente?

Entre em contato para
dúvidas, sugestões, comentários.

Telefone:

(086) 3323-8163

Email:

contato@tamandua.org

Desenvolvido por: Emprimeiro Informática. Todos os direitos resenvados